Evoluímos, mas ainda precisamos evoluir muito mais!

Nunca se falou tanto sobre violência contra a mulher. Assédio deixou de ser ‘engraçadinho’ e virou crime. Evoluímos. Mas ainda há um loooongo caminho pela frente… Por que estou escrevendo isso?

Acho que ainda está para nascer uma mulher que nunca tenha passado por algum tipo de violência física, sexual ou mesmo verbal, de caráter moral/psicológica. Eu mesma já passei por várias situações bastantes desagradáveis em diferentes níveis. E digo; não é legal!!!

Acredito que nem sempre as pessoas fazem esse tipo de coisa ‘por mal’ mas porque realmente não têm consciência do mal que estão fazendo de fato. Às vezes até chegam a pensar que estão agradando. Oi? Pois é…

Pois bem, enquanto houver qualquer tipo de ‘confusão’ nesse sentido, é sinal de que é preciso sim continuar falando sobre isso. Vale para meninos e para meninas também.

Foto em PB porque o assunto é sério. Crédito: Leandro Ramos.

Pra Pensar: Beleza é futilidade? E as novidades do blog!

Beleza e futilidade estão relacionadas? Ou será preconceito da sua cabeça? Você já parou pra pensar sobre isso? Este é o tema do novo vídeo do canal, que marca também o novo momento do blog!

E que momento é esse?

Até agora, falamos muito aqui sobre comportamento, relacionamentos, reflexões sobre a vida que nos ajudam a pensar se estamos no caminho certo, de acordo com a nossa essência. Porque, no fundo, é isso que todo mundo espera, né, gente, se encontrar e viver a tal ‘vida em plenitude’. Pois bem, vamos continuar com nossas discussões e reflexões, elas estarão na categoria ‘Pra Pensar‘, como esta, do vídeo.

A novidade é que, além do conteúdo mais ‘papo cabeça’ vamos dizer assim, teremos duas novas categorias:

Novidades – como o nome já diz, vai trazer novidades do mundo da beleza e bem-estar para ficarmos cada vez mais lindas e poderosas! Aí, com o passar do tempo, teremos as subcategorias: cabelo, maquiagem, pele etc… 

Dicas da Tati – vou compartilhar sugestões de coisas bacanas que eu descubro por aí: pode ser um filme, um livro, uma loja ou até mesmo um chocolate, como já fiz anteriormente. Até porque todos gostamos de boas dicas e boas descobertas merecem ser compartilhadas, certo? Com o passar do tempo devem surgir subcategorias também.

Espero que vocês tenham gostado da novidade! E se por acaso você está pensando: ‘affff… Vai virar só mimimi e futilidade’, sugiro que você assista correndo o vídeo abaixo, talvez você mude de ideia. 

Aliás, convido todas a assistirem! Sim, o blog está cada vez mais voltado para o público feminino e essa é a ideia, mas os meninos também são bem-vindos e serão sempre bem-vindos aqui! 

Beijo poderoso!!! 

Não deixe o medo te paralisar

Medo é bom até certo ponto. O medo funciona como proteção, impedindo que a gente se coloque em situações de risco. O medo de se queimar faz com que a gente não coloque a mão no fogo. O medo de se afogar faz a gente não entrar muito no mar. O medo de ser assaltado faz a gente evitar sair de casa à noite e por aí vai…

O medo em demasia, porém, ao invés de medida de proteção, é destrutivo. Ao invés de fazer com que a gente aja com cautela, ele paralisa. E aí a gente não faz mais nada… Medo em excesso gera ansiedade. Ao invés de simplesmente agir, pensamos em tudo que pode acontecer de errado. Já pensou estar andando na rua, tropeçar, bater a cabeça e morrer? Aí já não é nem mais ansiedade, né, é paranoia mesmo.

Sim, existe a possibilidade de estar andando na rua, tropeçar, bater a cabeça e morrer, por mais trágico que pareça. Mas não precisa ser nenhum gênio pra saber que a chance disso acontecer é mínima. Tão insignificante que ninguém em sã consciência deixa de andar na rua por causa disso.

E se o risco for maior? Um ginasta, por exemplo, num salto ou manobra que não seja bem executada, tem uma chance muito maior de bater a cabeça e eventualmente até morrer.  Sim, existem casos de ginastas que se acidentaram, alguns até de forma fatal. E, ainda assim, a prática continua e muitos ginastas estão por aí superando seus limites e conquistando medalhas.

Não deixe o medo virar uma camisa de força!

O ganho é proporcional ao risco. Já ouviu falar nisso? Com certeza quem aposta na bolsa de valores já. E faz todo sentido, afinal, se você está correndo um risco maior, nada mais natural que a recompensa seja proporcionalmente mais vantajosa. Isso vale na bolsa e na vida também.

A questão não é simplesmente sair se arriscando por aí sem pensar nas consequências porque elas existem. E sim aprender a mensurar esses riscos de forma adequada. O peso do medo não pode ser maior do que todas as possibilidades de dar certo ou até de não dar em nada juntas, senão paralisa.

Superar nossos medos é essencial para evoluirmos. Pode ser o medo de falar em público, de saltar de paraquedas, de se declarar à pessoa amada ou abrir o próprio negócio. Pode dar certo, pode não dar em nada e pode dar errado. Independente do resultado, porém, o saldo sempre é positivo. A atitude de enfrentar o medo, por si só, é capaz de gerar transformações internas incríveis, mas só há um jeito de saber. E não é fazendo nada.

Primeiro vídeo do canal explica porque todos nós deveríamos usar batom vermelho

Poderosas e poderosos do meu ❤

Após algumas reformulações, é com muita alegria que compartilho com vocês essa super novidade: já está no ar o primeiro vídeo do canal “O Poder do Batom Vermelho”!!! Estão todos super convidados a assistir! E participar também!!!! Vamos fazer o canal juntos, pois é conversando que a gente se entende e é trocando ideias que a gente cresce, né?

Sempre digo que o batom vermelho é acima de tudo uma questão de ATITUDE! E é justamente sobre isso que vamos conversar no canal. A ideia é trocar experiências e figurinhas para crescermos como pessoa, pois quando estamos bem com nós mesmos, absolutamente TUDO melhora à nossa volta.

Serão sempre vídeos curtos e objetivos recheados de muito amor e good vibes pra espalhar o poder do batom vermelho e deixar você ainda mais poderosa! Ou poderoso! Porque atitude digna de batom vermelho é para todos: homens e mulheres.

No meio de tantos radicalismos, em que tanta gente está brigando e pregando o ódio e desavenças, vamos fazer diferente! Pessoas poderosas espalham amor e não ódio! Se você gostar da ideia, compartilhe o vídeo com amigos e familiares e aproveita e já se inscreve no canal. E lembre-se de deixar um comentário, vou adorar saber a opinião de vocês.

Vamos espalhar esse amor e poder! O mundo precisa de mais meninas e meninos superpoderosos! Estou esperando vocês! Para assistir, é só clicar abaixo! 🙂

 

 

Por que todas nós deveríamos usar batom vermelho

O batom vermelho é um ícone da feminilidade. Sugere desejo, paixão, elegância, glamour. Acima de tudo, porém, o batom vermelho representa atitude: uma atitude de confiança, autoestima elevada, segurança, coragem e por aí vai… Este é o poder do batom vermelho que todas deveríamos assumir nas nossas vidas.

Tá difícil de entender a grandiosidade do poder do batom vermelho? Eu explico. Imagina a cena: uma mulher de batom vermelho chama atenção. Fato. Ao entrar em um bar cheio de homens, por exemplo, ela vai atrair olhares. Para não se sentir desconfortável, com vergonha ou algo do tipo, a mulher precisa estar muito confiante e segura de si.  E isso nem sempre é fácil…

sombra batom2
Batom vermelho é atitude acima de tudo!

Às vezes, por algum motivo, nossa confiança fica abalada.  Você pode até estar de batom vermelho, mas se a sua postura não for condizente com o furor causado pelo uso do batom vermelho, o impacto gerado não será o mesmo, muito pelo contrário, pois grande parte do furor que o batom vermelho causa está relacionado diretamente com a atitude da mulher, que vai desde a postura corporal, olhar penetrante até a segurança de saber o que quer. Essas características são, por si só, magnéticas.

Aliás.. Uma mulher com confiança abalada dificilmente vai escolher usar um batom vermelho, pois sabe que isso chama a atenção. Quando você se torna o centro dos holofotes, você tem que estar preparada para lidar com o que isso representa. E nem todas estão prontas para isso. Às vezes é mais fácil simplesmente não lidar com certas coisas. Sabe aquela história do baú escondido e esqueletos no armário? Pois é… Mais ou menos isso.

De tempos em tempos, uma boa faxina é necessária para limpar a sujeira e tirar tudo que não presta. A faxina mais importante de todas, porém, não é a limpeza da casa ou apartamento, mas a limpeza interna. Às vezes precisamos cutucar as feridas para ajudar na recuperação. O batom vermelho tem esse poder. Por isso, insisto: o batom vermelho é muito mais do que uma simples cor de batom, é uma atitude que todas deveríamos incorporar independente de nossas bocas estarem pintadas ou não.

Por tudo isso, a partir de hoje o blog se chama “O Poder do Batom Vermelho” em referência a todas as questões visíveis ou não que envolvem o uso do batom vermelho. O batom vermelho é um símbolo dessa atitude de empoderamento que tanto se fala por aí e que todas devemos buscar.  Atitude digna de batom vermelho é para todas.